A cabeleireira!

30 de setembro de 2013


Quando era pequena às vezes lá ia roubar a tesoura à caixa da costura da minha mãe e cortar a minha rica franja! Fiz isso imensas vezes, gostava do estilo "uma ponta para cada lado", pronto! Depois sobrava sempre para a minha mãe que tinha de ir comigo ao cabeleireiro endireitar a coisa, mas hoje, depois de tantos anos, voltei a meter a minha mão de cabeleireira à obra, desta vez não a mim, claro, mas ao meu namorado! A verdade é que ele é um fofinho e tal é a confiança em mim que lá achou que eu conseguia cortar-lhe o cabelo, era só passar a máquina e depois dar um jeito com a tesoura, coisa simples, portanto! Eu disse que não me responsabilizava por qualquer acidente, e lá fui eu, feita cabeleireira cortar o cabelo ao menino! Por mais impossivel que pareça, posso dizer que não me safei nada mal, uma pontita maior que outra mas também ninguém vai estar a reparar nos promenores não é verdade?! Portanto é certo que agora que descobriu um talento em mim vai querer que eu seja a sua cabeleireira particular! É um sortudo, vá!!

1 comentário: