Pílula. Sim ou não?

11 de março de 2015

Já andava para escrever este post há algum tempo e hoje, ao ver o post da Carpe Vita, decidi que era o dia!
E do que vos venho eu falar? Da pílula.
Foi à pouco tempo que saiu a notícia da morte de uma jovem, que ao que tudo aponta, foi devido à pílula. Desde aí surgiram imensas dúvidas nas cabeças de nós, mulheres. Usar ou não usar a pílula?
Pelo que parece a pílula aumenta o risco de AVC, e até pode causar outros problemas graves (que vêm no folheto informativo) e efeitos secundários, mas também nos dá tantos benefícios: reduz-nos as dores naquela altura aborrecida, conseguimos andar com tudo mais regular e claro, afasta a ideia de sermos mães inesperadamente. Mas será que devemos correr tantos riscos por isto?
Recentemente li uma notícia que dizia que as mulheres não deviam tomar a pílula, pois afecta a forma como agimos, e talvez não deixe de ser verdade.
No inicio comecei por tomar uma pílula fraca, mas depois tive um problema e tiveram de me alterar para uma um pouco mais forte: a Gynera. Tomo esta já há mais de um ano e sinto-me bem com ela. O único efeito secundário que tenho são umas dores de cabeça algumas vezes, mas nada de mais. Ainda assim, e com toda esta polémica que se tem levantado, tenho tido alguns medos...
O que é que vocês acham sobre este assunto? Tomam a pílula? Sem medos? Já tiveram ou conhecem alguém que teve problemas? Contem-me tudo!

12 comentários:

  1. Eu tomo a pílula desde os 18 anos (tenho 25) e foi sempre a mesma. Nunca senti nenhum efeito a não ser enxaqueca na altura do período mas que já a minha mãe as tinha!! De resto nunca senti nada de anormal. Nem afrontamentos, nada...
    Claro que quando vi a noticia também fiquei assustada!!

    ResponderEliminar
  2. Uma amiga minha infelizmente já teve problemas por causa da pílula mas agora está bem.
    Eu já tomo à alguns anos e nunca tive problemas e quero continuar a tomar pelas razões que enumeraste mas também penso bastante no lado negativo da coisa ...

    ResponderEliminar
  3. Eu tomo à 7 anos e não gosto de tomar, tomo sem medos mas acredito que faça mais mal que bem... Mas não vejo outro método contraceptivo que me deixe tão segura em relação a uma gravidez indesejada por isso não deixo. Mas até para melhorar a gordura corporal (emagrecer) é mais fácil se não se tomar

    ResponderEliminar
  4. A primeira que tomei deu cabo de tudo no meu organismo... Dores de cabeça constantes, dores no peito e o meu humor alterou-se por completo. Ao fim de 4 meses mudei para outra, desde aí nunca mais tive problemas! Nunca mais me preocupei... Não sabia desta notícia que referiste e que confesso que ao ler agora me assustei um pouco. Mas também temos de ter em conta o nosso historial familiar (hipertensão e cancro, essencialmente), se fizeres parte de um grupo de risco, é de facto muito arriscado tomar a pílula...

    Um beijinho,

    The Insomniac Owl Blog | Instagram | Facebook

    ResponderEliminar
  5. Eu uso desde os meus 18 anos (agora tenho 26) e nunca me dei bem com nenhuma. Sem ser o acne continuei com tudo o que já tinha antes de a tomar...Conheço quem já tenha tido tromboses por causa da pílula e claro não me deixa nada descansada quanto a tomar...

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Eu tomo desde os 15/16 (faço 24 este ano) e foi sempre a mesma.
    Fisicamente notei alterações (engordei um bocado e tal) mas acho que não notei grande coisa a nível humor e afins - mas é possível que tenha tenha feito mexidelas nesse sentido também, mas como era tão nova nem notei.
    Nunca tive problemas com ela nem conheço quem tenha tido. Claro que a noticia me deixou inquieta, mas todas as pílulas têm efeitos secundários e apesar de gostar de a deixar de tomar, neste momento não é viável.

    ResponderEliminar
  7. Qualquer medicamento tem efeitos secundários e, se formos a ler o folheto informativo, vemos que muitos medicamentos podem trazer outras doenças graves...mas não os deixamos de tomar não é? A pílula é igual, é um medicamente e, como tal, pode ter outros efeitos mas isso é normalíssimo e sim, pode acontecer, mas como pode acontecer com tudo o que tomamos hoje em dia. Eu, como sou esquecida em relação a comprimidos, uso o adesivo Evra, que mudo semanalmente, e estou muito satisfeita :)

    ResponderEliminar
  8. Eu já tomo a pílula há uns anos, por indicação da ginecologista e porque tenho os ciclos muitos irregulares e, além disso, tenho síndrome do ovário poliquístico... Mas sim, a pílula tem imensos efeitos adversos, aumenta o risco de doença cardiovascular e tem outras tantas complicações... Eu só tomo porque preciso mesmo, caso contrário, deixava de tomar...

    ResponderEliminar
  9. Como disse no post que escrevi, entre Abril e o início de Setembro eu vou fazer paragem. Já instalei uma aplicação que me ajuda a controlar o período e onde eu também sei quando estou a ovular e isso tudo. Contudo, essa aplicação numa primeira fase irá ajudar-me a perceber se o meu período - depois de eu deixar a pílula - continua certinho. A nível sexual, irá haver sempre preservativo e não poderia ser de outra forma. Vai correr tudo bem e o meu corpo vai agradecer esta minha pausa. É certo que a pílula tem alguns benefícios mas também tem os seus contras. Contudo, uma pausa nunca faz mal a ninguém e como eu já tomo há muito tempo e desde muito nova acho que devo mesmo fazer esta pausa.
    Agora tens é de decidir o que pretendes. Fazer uma pause, nem que seja de dois ou três meses já é bom :)

    ResponderEliminar
  10. Admito que quando li a noticia também fiquei assustada e andei a ponderar alterar o tipo de contracepção. Mas depois pensei que preciso mesmo da pílula para regular (sou extremamente desregulada sem pílula e ando sempre perdida) e para o desconforto que por norma costumava sentir quando não tomava a pílula (não dores na devida zona mas sim dormências, principalmente nas pernas) e não esquecer que ela previne problemas no útero, ovários, etc. Estava mais inclinada para o chip mas já me disseram e li que não é algo muito bom para nós, que podemos estar imensos meses sem ter ou a ter de seguida. E para mim o DIU e anel é impensável, tudo menos isso, até porque já tenho recebido feedback de amias que engravidam a mesma :x Portanto acho que me vou manter na pílula. A verdade é que à anoooos que as mulheres tomam pílula e não se tem registado assim tantos problemas com ela relacionados, pelos menos que revelem claro. Já tomei Mininova, Diane 35 e agora estou na Yasminelle... Vou esperar por desenvolvimentos acerca dessa noticia que nos tem assustado e depois logo decido.
    Acho que não nos devemos alarmar com tanta facilidade, manter a calma e aguardar por mais informações :)

    Beijinhos,
    Saltos Rosa

    ResponderEliminar
  11. Também tomo a mesma que tu, e sinto exactamente o mesmo às vezes, umas dores de cabeça .

    ResponderEliminar
  12. A minha é fraquinha. Sempre para regular o ciclo apenas... e claro contracepção. Mas... é sempre aquela coisa...
    Não tenho outra forma neste momento para contracepção e tinha periodos que vinham até 12 dias.. não me sentia bem.. andava tonta. Agora estou bem melhor...

    ResponderEliminar