Homens românticos. Uma realidade ou uma mentira?

6 de outubro de 2015

Há quem defenda que um homem para ser romântico é porque tem alguma na manga. É porque tem algo a esconder ou porque fez alguma coisa menos boa. Também há quem diga que os homens só são românticos no inicio das relações e que depois as flores, os chocolates e as surpresas só vêm de empurrão porque eles nunca mais se lembram dessas coisas. O que é que vocês acham sobre este assunto!? Conhecem homens que sejam sempre românticos? Ao longo de toda a relação? Ou acham que sim, que só são mesmo ao inicio ou que só se lembram de fazer surpresas nos aniversários? Nos aniversários já não é nada mau, alguns nem isso!!
Isto de falar dos homens dá pano para mangas e eu era bem capaz de escrever um livro sobre isso. Siiim, porque se dizem que há muito para falar sobre nós, mulheres, também há sobre eles e não são assim tão simples como parecem. Ou então são, o que faz com que nós achemos isso demasiado complicado!
Gosto sempre de analisar o que me rodeia nestes assuntos. É o que eu digo. Dava para escrever um livro!!
Contem-me a vossa opinião sobre esta característica do sexo oposto, quero saber tudo o que pensam sobre isto!!

9 comentários:

  1. Um homem é sempre romântico! Nós mulheres é que não sabemos analisar os atos de romantismo deles. Romantismo tem significados diferentes para cada um dos sexos. Para as mulheres romantismo é flores, jantares, chocolates... Para os homens, o simples facto de dar a mão em público é romântico para eles. Eles fazem menos demonstrações de carinho e quando o fazem nós não reparamos. E vivemos a queixar-nos deles invés de analisar tudo o que fazem. Para eles pedir a nossa opinião, apresentar à família, o olhar, o toque são grandes demonstrações de amor. Por isso, os homens são SIM românticos mas de uma forma suave que para eles é muito e para as mulheres passa despercebido.
    Beijinhos <3
    http://pinceladasdeglamor.blogspot.pt/?m=1

    ResponderEliminar
  2. Se queres que te diga, acho que é mesmo só no inicio. Infelizmente. Por isso é que muitas relações acabam. Não pela falta de romantismo, mas pla falta de demonstação. Nós gostamos dessas coisas e eles nem sempre o fazem.

    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  3. I'm not sure, I've been married for more than 5 years now and I have to say that my hubby used to be more romantic before, I guess it fades with years or you just have more obligations in your life. Still, there ARE some romantic gestures from his side nowadays as well.

    ResponderEliminar
  4. O meu marido ainda hoje é um romântico incurável. Seis anos depois! Acho que depende de pessoa de pessoa :)
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK |

    ResponderEliminar
  5. Eu penso que varia de pessoa para pessoa.

    ResponderEliminar
  6. Todos são diferentes, mas há muitos românticos e um é meu :) <3
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  7. Varia mesmo de pessoa para pessoa. Mas uma pitada de romantismo nunca fez mal a ninguém kk.
    Novo post, para quem quiser visitar: http://maffaldacunha.blogspot.pt/2015/10/ola-curiosos-e-curiosas.html
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  8. é muito relativo. Para mim o romantismo sempre foi aquela coisa super lamechas dos filmes até me ter apercebido que é muito mais que isso. O meu namorado não é romântico nesse sentido da palavra, não é de flores nem de grandes gestos...nem sequer é dado à verbalização do amor, um desgosto que eu carrego :) Mas por outro lado, acredito agora que o romantismo está noutras coisas. Nas cedências, quando o arrasto para as compras e ele diz que até não se importa nada, quando me prepara o lanche, quando guarda o ultimo pedacinho de chocolate para mim, quando ouve o que lhe digo e está atento a mim... Essas pequenas coisas que muitas vezes as pessoas deixam de fazer e nem ligam, porque o que importa é dar prendas nos momentos certos e parecer um querido. Mas se no resto do tempo não cuidam de quem têm ao lado, não há flores, chocolates, passeios a cavalo e noites em castelos que os safe!

    ResponderEliminar
  9. Há para todos os gostos, acho eu. E nem sempre temos a mesma opinião sobre o que é ser-se romântico...

    ResponderEliminar